Coxim: a capital da pesca e das belas paisagens sul-mato-grossenses
Coxim: a capital da pesca e das belas paisagens sul-mato-grossenses
Seguindo a característica natural sul-mato-grossense, o município de Coxim, situado na parte mais ao Norte, na Bacia do Alto Paraguai, está numa das regiões mais extraordinariamente vocacionadas para o deleite e o lazer. Bacana é a o alto astral dos nativos ou optantes por Coxim, um estado de espírito que revela de forma cabal a auto estima local, condição imprescindível a qualquer destino que se pretenda grande e estimado pelos visitantes.

Sérgio Botêlho              02/10/2015    16h49

Divulgação Site Senador Moka

O Mato Grosso do Sul é rico em opções turísticas. Difícil mesmo é você encontrar algum município daquele estado que nada tenha de atrativos naturais ou adquiridos que prenda a atenção do viajante.

Seguindo a característica natural sul-mato-grossense, o município de Coxim, situado na parte mais ao Norte, na Bacia do Alto Paraguai, está numa das regiões mais extraordinariamente vocacionadas para o deleite e o lazer.

Bacana é a o alto astral dos nativos ou optantes por Coxim, um estado de espírito que revela de forma cabal a auto estima local, condição imprescindível a qualquer destino que se pretenda grande e estimado pelos visitantes.

Coxim é também conhecida como “Portal Monçoeiro do Pantanal”. É que Coxim nasceu como Arraial de Beliago, na função de ponto de partida e chegada das monções paulistas que partindo do Tietê, navegavam pelos rios do interior na direção de Cuiabá e do rio Paraguai.

Havia mais de um objetivo a mobilizar as monções, do mesmo jeito que acontecia com as entradas e as bandeiras, sendo dois deles, os principais: escravizar índios e descobrir minas de ouro, prata e outros metais preciosos.

Pois bem. Assim nascia Coxim, na sequência Núcleo do Taquari (do Destacamento Militar do Piquiri), São José de Herculânea e Herculânea. Coxim, segundo explica texto no site da Prefeitura de Coxim, vem de “cojim”, ou seja, peixe, principal atração regional.

E não podia ser diferente. É ali que o afluente Coxim se une com o rio Taquari. Mas, há, também, os ribeirões Jauru, Figueira e Pólvora que também chegam ao Taquari. Todas essas águas reúnem milhares de cardumes de peixes, ao gosto de pescadores profissionais e amadores.

Os peixes mais comuns na região, entre as espécies consideradas nobres, são o dourado, o pacu, o piavuçu, a piraputanga. Tirante à época da piracema, quando é proibida a pesca, a não ser de subsistência aos ribeirinhos, é grande o movimento turístico na cidade.

A piracema é a época em que os peixes enfrentam os rios, na subida, para desova, o que os torna bem mais vulneráveis, daí a proibição da pesca, que vai do início de novembro ao final de fevereiro.

Passado o período de proibição, Coxim vira uma festa, com milhares de turistas nas ruas da cidade, movimentando o comércio e a economia local. O setor hoteleiro e de bares e restaurantes, evidentemente, também festejam.

É por essa vocação pesqueira que a cidade de Coxim também é chamada de Capital da Pesca, colocando a cidade como uma das mais importantes entre os centros econômicos e turísticos regionais.

Agora, una a pesca à história regional, e, ainda, à fantástica paisagem da região, imersa no caprichoso Pantanal Sul-Mato-Grossense, e teremos o conjunto total de fascínios naturais que transformam Coxim no que a cidade é nos dias de hoje.

Em função dessas qualificações, em Coxim o trade turístico é formado por dezenas de balneários, centenas de pesqueiros e áreas de camping, no intuito de atender o magnífico fluxo de turistas que chegam à região.

Os passeios em barcos e chalanas (espécie de embarcação usada para navegação nos rios pantaneiros), expedições temáticas como a Rota das Monções e Vila dos Diamantes, e safáris terrestres pelo Pantanal dos Paiaquás, além das trilhas ecológicas, alimentam o turismo local.

É, portanto, uma gama de atrações maravilhosas o que existe em Mato Grosso do Sul. Imperdível, no entanto, é conhecer Coxim, com sua carga histórica única, paisagem deslumbrante e muito, muito peixe para pescar e comer.

Bom mesmo é Coxim!

Últimas Notícias ›
Scroller Top
Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016
Sexta-feira, 02 de Outubro de 2015
Quinta-feira, 20 de Agosto de 2015
Quarta-feira, 03 de Junho de 2015
Segunda-feira, 06 de Abril de 2015
07:23
Notícias
Sexta-feira, 13 de Março de 2015
Quarta-feira, 11 de Março de 2015
Quinta-feira, 05 de Março de 2015
Scroller Bottom
Informativo
  •  Agenda
  •  Fotos
  •  Vídeos
  • Contato
  •  Formulário
  •   (67) 3291-1143
  •   turismo@coxim.ms.gov.br

  • www.coxim.ms.gov.br/turismo
    O portal de turismo da cidade de Coxim-MS